Futebol

CBF descarta possibilidade de cancelamento de jogos do Brasileiro por conta de operação

CBF descarta possibilidade de cancelamento de jogos do Brasileiro por conta de operação
Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) informou nesta terça-feira (18) que “não existe a possibilidade de cancelamento de jogos” do Campeonato Brasileiro de 2022 em que haja a suspeita de manipulação de resultados. Ontem, o Ministério Público de Goiás e autoridades de outros cinco estados realizaram a segunda fase da Operação Penalidade Máxima, que mira manipulações em apostas esportivas.

De acordo com os procuradores, as investigações começaram na Série B do Campeonato Brasileiro, mas já colocaram sob suspeita seis duelos da primeira divisão de 2022, além de confrontos por competições estaduais de 2023 realizadas em Goiás, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e São Paulo. 

As partidas que estão sob investigação são: Palmeiras 2 x 1 Juventude, pela 26ª rodada, Santos 1 x 1 Avaí, Bragantino 1 x 4 América-MG, Goiás 1 x 0 Juventude e Cuiabá 1 x 1 Palmeiras, pela 36ª rodada, e Botafogo 3 x 0 Santos, pela 37ª rodada.

Em todas esses duelos, segundo a investigação, jogadores de um dos dois times foram assediados para tomar cartão amarelo ou cartão vermelho. Segundo o MP, não necessariamente as propostas para que os jogares levassem cartões propositalmente foram aceitas. A proposta dos aliciadores era de R$ 50 mil a R$ 60 mil por evento.
 

Confira a nota da CBF

“É importante ressaltar que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apoia toda e qualquer ação legal que traga transparência e lisura aos campeonatos que organiza e a todo o esporte brasileiro.

A CBF investe uma quantia importante e vultosa no rastreamento e monitoramento de partidas, através da Sport Radar, empresa que atua também para a FIFA e a Conmebol e é mundialmente conhecida por sua expertise neste tipo de trabalho. Isso não acontece somente nas competições que a CBF realiza. A entidade também custeia o mesmo serviço para todas as federações do Brasil.

Interferências externas em resultados ou em situações de jogo são uma epidemia global que, para ser solucionada, precisa punir de forma exemplar e urgente, os responsáveis por essa prática nefasta.”

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.