Futebol

Chelsea na Champions League

Chelsea na Champions League

Por Fernando Ramos

O time de Londres, já teve momentos maravilhosos no início da década passada, principalmente com a grande injeção de dinheiro que o clube sofreu com o bilionário Abramovich, que comprou o clube na mão do antigo dono, Kean Bates, que o possuía desde 1982. Assim, o Chelsea pode sanar suas dívidas e arrancar uma conquista de Champions e Premier League, na gloriosa era de ouro dos “Blues”. 

Após tais fatos, o clube continuou sendo competitivo e sempre batia na trave na Champions League, chegando nas quartas e oitavas de finais da competição. Além disso o time conseguiu conquistar a Premier League duas vezes, em 2014-15 e em 2016-17, vencendo também da Europa League, conquistada pelo Chelsea em 2019. 

Apesar de todas essas conquistas, os ”Blues”, vem sofrendo muito nos últimos  2 anos, principalmente por conta da perda de grande jogadores, como o Belgo Hazard e o brasileiro William, peças muito importantes para a equipe. Com isso o clube da capital foi derrotado de forma violenta para o Bayern de Munique na Champions da temporada passada, mostrando que o time precisava de mudanças. 

Foi com esse pensamento, que o clube, investiu e apostou altamente em jogadores jovens, que eram muito promissores e que já haviam demonstrado um excelente futebol. Entre eles, tem o atacante Werner, que é um dos principais talentos do Chelsea atualmente, além de Mount, Ziyech, Pulicic, Havertz e Abraham. Provavelmente você pouco deve ter ouvido falar desses nomes ou só deve estar conhecendo essas figuras recentemente, mas é com esse espírito jovem, que o Chelsea tem ficado em 4° na Premier League e conseguiu passar das oitavas da Champions, vencendo o poderoso Atlético de Madrid, de Luís Suárez. 

O Chelsea, pensa em chegar longe na Champions esta temporada e para isso, buscou contratar também, jogadores com bastante experiência, além de manter grandes medalhões da casa, como Thiago Silva (que veio do PSG), Jorginho, Marcos Alonso, Azpilicueta, Kanté e Giroud, jogadores esses, muito conhecidos no cenário internacional e que tem dado uma experiência e “casca” para que o time possa chegar longe na disputa da “orelhuda”. 

Agora, a equipe inglesa busca passar pelo Porto, nas quartas de finais da Champions, para poder sonhar com uma final. O treinador Tomas Tuchel, que foi finalista da mesma competição na temporada passada, falou um pouco sobre a confiança da equipe: – O mais importante é que merecemos (essa classificação). Resultados assim mostram que podemos conseguir atingir coisas especiais. Tenho certeza que ninguém quer nos enfrentar… Será um desafio difícil, mas não temos que ter medo. Vamos encarar seja quem for – afirmou um destemido Tuchel em entrevista coletiva. 

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.