Esporte e Vida

Em novo depoimento, Daniel Alves diz que mentiu em juízo para ocultar infidelidade

Em novo depoimento, Daniel Alves diz que mentiu em juízo para ocultar infidelidade
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Após mudar algumas vezes a versões sobre a acusação de estupro, o jogador brasileiro Daniel Alves prestou um novo depoimento à Justiça espanhola, nesta segunda-feira (17). O brasileiro alegou que mentiu em juízo porque queria ocultar a infidelidade de sua então esposa, a modelo espanhola Joanna Sanz.

O jogador está preso desde janeiro, na Espanha. O novo depoimento foi um pedido da defesa do jogador. Ele admitiu que houve penetração, mas alegou que relação com a mulher que lhe acusa de estupro foi consensual. Em falas anteriores, Alves negou a ocorrência de penetração. Inicialmente, havia negado qualquer tipo de contato com a jovem.

Após ser confrontado por provas da Promotoria espanhola, o jogador, em uma nova versão, afirmou que a mulher havia feito sexo oral nele. Pela lei espanhola, um acusado pode prestar depoimento sobre o caso pelo qual é julgado quantas vezes quiser. Por isso a juíza aceitou a petição e ouvirá o jogador.

Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.